Com o lema “Por direitos e democracia, a luta é todo dia”, a manifestação denuncia a crise política e defende as liberdades democráticas

 

Em protesto contra a atual conjuntura sociopolítica brasileira e em defesa da democracia, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e movimentos sociais promovem neste 7 de setembro o 23º Grito dos Excluídos. O evento ocorrerá simultaneamente em diversas capitais.

O grito abordará a realidade de um Brasil em crise, com desemprego, retirada de direitos trabalhistas e que em breve enfrentará a votação da reforma da Previdência, proposta que ameaça a aposentadoria de milhões de brasileiros.

Neste ano, o lema é “Por direitos e democracia, a luta é todo dia”. O Sindicato dos Professores em Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinproep-DF) convoca os filiados e filiadas a participarem do evento.  A concentração do ato em Brasília está marcada para quinta-feira (7) às 8h30 em frente a catedral.