Representando a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino, o professor Rodrigo de Paula participou de Audiência Pública nessa quinta-feira 30, na Câmara dos Deputados. foi proposta pelo deputado Pedro Uczai (PT/SC), a pedido da Contee, A audiência, cujo objetivo era pedir maior transparência, melhor gestão e um olhar diferenciado do Executivo e do Legislativo para que as universidades comunitárias beneficiem a população e se desenvolvam.

Rodrigo, coordenador da Secretaria de Assuntos Institucionais, lamentou a ausência Ministério da Educação (MEC) no debate, “pois as comunitárias têm papel fundamental na formação educacional no país. Temos críticas a aspectos da gestão, mas o governo e o Congresso precisam ter um olhar diferenciado para estas instituições. Elas têm também um olhar também social da educação, e não mercadológico, como as instituições particulares. Corremos o risco de fechamento de várias instituições comunitárias. Que haja maior transparência – precisamos de legislação para isso – e que haja sensibilidade do governo para garantir seu funcionamento”. Ele afirmou que o chamado Sistema S (entidades privadas, como Sesi, Senac, Sesc e Sebrae) “é uma caixa que precisa ser aberta e recebe muitos dos recursos que poderiam ir para as comunitárias”.

Vários diretores do Sinproep-DF participaram da Audiência Pública.

Acesse a matéria completa:

http://contee.org.br/contee/index.php/2017/11/contee-defende-transparencia-na-gestao-das-universidades-comunitarias/